Se o sucesso não tivesse um custo, todo mundo seria um sucesso.

Se as conquistas não tivessem um custo, todos seríamos conquistadores.

Se a procura da consciência tranquila não exigisse dedicação, ela perderia o sentido.

Temos a tendência de pensar em grandes conquistas levando em conta apenas o resultado final. Mas geralmente isso é só uma gota.

A conquista mesmo está no fazer, no esforço, na dedicação, no custo exigido. Ter uma vida com o desejo de dever cumprido não significa acumular troféus e prêmios, mas sim estar disposto a comprometer-se com o custo que esse dever exige.

Ser um batalhador exige ideal, esforço, dedicação, disciplina, foco, entrega, e muitas outras qualidades que não podem ser guardadas numa cadeira de balanço – mas que devem ser exercitadas em todos os momentos.

No preço que você paga está o valor que você procura.

“Os fracos vivem de esperanças, os fortes vivem de batalhas”.