Os senhores, em algum momento, já se depararam exercendo atividades que necessariamente não são suas ou, já se sentiu com pouco ou nenhum tempo para pensar estrategicamente? Se prepare e cresça.

Tenho atuado há anos junto a empresários, empreendedores, homens e mulheres de negócio, excelentes profissionais, com produtos e serviços realmente muito bons, pessoas ímpares, mas que muitas vezes têm a capacidade de crescimento do negócio comprometida por eles não conseguirem exercer realmente a sua função como dono da empresa.

Muitos acabam se tornando “auto empregados” de seu próprio negócio.

Costumo dizer que nós só temos uma empresa, quando, este negócio é “Comercialmente rentável e funciona sem a presença do Dono”.

Mas ninguém realmente nos ensinou a sermos empresários de sucesso, não é mesmo?

Existem diversos cursos, treinamentos, faculdades, pós-graduações, e todo conhecimento é muito bem-vindo e necessário, mas nenhuma delas, nos ensina na prática como é ser um empresário de sucesso.

A vida real, é muito diferente dos bancos das universidades e, falo isso com conhecimento de causa, pois convivo com pessoas em diversos ramos de administração e negócios.

ENTÃO QUAL É A VERDADEIRA FUNÇÃO DE UM EMPRESÁRIO DE SUCESSO?

É construir um negócio que funcione praticamente sem a sua presença, que gere lucro de forma sustentável e lhe proporcione mais qualidade de vida.

Para isso é necessário que o empresário exerça seu papel de dono do negócio, focando em atividades que não podem ser delegadas e só podem ser exercidas por ele, não gastando 100% seu tempo e energia em atividades operacionais.

Saber contratar, treinar e desenvolver pessoas, é ponto fundamental nesse processo para que o empresário possa delegar atividades e, assim, ganhar força de atuação ampliando sua capacidade de gerar resultados.

Estabelecer processos e controles internos é outro ponto importante eliminando o que chamo de “caos empresarial”: situação em que muitas coisas acontecem sem o conhecimento ou controle do proprietário.

Construir e dar vida a estratégia da empresa, e nesse quesito abro um parêntese para falar sobre visão e missão, estes pontos quando trabalhados adequadamente, dão o tom para todas as ações da empresa, muitas vezes não tratados com a devida importância.

FALANDO DE ESTRATÉGIA – É o dono da empresa o responsável por desenvolver o planejamento estratégico do negócio, definindo planos de ação e seus KPIs (indicadores de performance).

O proprietário também é responsável por ditar a cultura da empresa, o que em parte, é feito através da vivência diária dos valores corporativos. Valores estes que devem ser definidos e vividos, alinhados a missão e visão.

O empresário deve acompanhar e estabelecer metas comerciais, de faturamento e lucratividade, que sejam condizentes com o futuro que se deseja alcançar.

O que tenho notado, com base em minha experiência, é que muitos empresários quando não precisam mais ficar tanto tempo envolvidos no operacional da empresa, não sabem mais o que fazer.

O foco deve ser realmente “construir uma empresa comercialmente rentável que funcione sem a sua constante presença”

Meu caro nosso objetivo é contribuir com o aumento dos seus resultados.

Se os senhores gostaram deste material, comente abaixo e indique a seus amigos. Um forte abraço e sucesso… Conheça o meu site profissional.