Mesmo com a alta procura e mais de R$ 120 milhões já emprestados só no interior de São Paulo, ainda há recursos disponíveis do crédito emergencial, segundo a superintendência do BB na região