LEXIBILIZAÇÃO

Pesquisa mostra que queda no home office acompanha redução do isolamento social.

Com a flexibilização das regras de contenção da Covid-19, houve redução do isolamento social e isso afetou o número de pessoas em home office.

De acordo com dados da pesquisa Pnad Covid-19, divulgada hoje (1º), em outubro, 7,6 milhões de pessoas trabalhavam de casa. Em setembro, 8,1 milhões estavam em teletrabalho. Ou seja, houve uma queda de 500 mil nesse contingente.

A pesquisa mostra a queda do trabalho remoto mês a mês, conforme a queda do isolamento. Em outubro, 9,7 milhões de pessoas não tomaram nenhuma medida de restrição para evitar o contágio pelo novo coronavírus, um acréscimo de 3,3 milhões em relação a setembro.

O número de pessoas que disse ficar rigorosamente isolada totalizou 26,3 milhões, o que representa uma queda de 8,2 milhões na comparação com setembro.

Já o número de pessoas que afirmou ter reduzido o contato com outras pessoas, mas que continuou saindo de casa ou recebendo visitas subiu 9,7 milhões, totalizando 93,8 milhões.

Quem afirmou que ficou em casa e só saiu em caso de necessidade somou 80,7 milhões. Esse número reduziu em 4,6 milhões de um mês para o outro.