Skip to main content Skip to search

Archives for maio 2020

Quais são as alternativas do pequeno empresário na crise do Coronavírus?

O Brasil e o mundo estão frente a uma crise vista poucas vezes na história e, assim como todas as crises graves, não sabemos quando vai acabar e nem quais vão ser os seus resultados.

Não só os empresários e governantes, mas todas as pessoas, foram pegas de surpresa com a chegada do coronavírus e da Covid-19.

E, por isso mesmo, por ser uma surpresa gigante, ninguém estava preparado para o que viria: a quarentena.

Pessoas fora das ruas, UTIs lotadas, uma crescente crise econômica e a impossibilidade de se antever o cenário futuro.

Com tudo isso, assim como em todas as crises da história humana, cabe a todos encontrar um modo de se adaptar. Pelo menos os que quiserem sobreviver.

O nosso foco sempre foi ajudar o pequeno empresário a gerenciar a sua empresa, controlando cada aspecto dela para garantir, não só o seu lucro mas, também, a sua sobrevivência.

Na verdade, o nosso site – surgiu com este intento: facilitar e agilizar o dia a dia do pequeno empresário, trazendo crescimento para o negócio e qualidade de vida para o patrão, seus familiares e seus colaboradores.

Sendo assim, a gente também se viu sem saber bem como reagir à pandemia causada pelo coronavírus.

As nossas primeiras decisões, depois de a gente decidir que todos deveriam continuar atuando de suas casas, foi definir uma série de planos para trazer alternativas e caminhos para os nossos clientes.

Além das melhorias e vantagens que criamos para os empresários em nossa própria ferramenta de informação, nosso site, a gente decidiu trazer vários artigos ensinando e informando nossos leitores a levar os seus produtos para a internet e apresentando informações, afinal, é na internet que estão os clientes que não podem estar mais nas ruas.

Apesar de tudo isso, não basta somente que o pequeno empresário trace estratégias online para sobreviver.

Existem demandas físicas a serem cumpridas, uma vez que o empresário também deve pensar na sobrevivência de seus colaboradores e pensar a longo prazo, também, para as ações de suas lojas fora da internet.

Pensando nisso, a gente traz este novo artigo, com alternativas que podem ajudar o empresário na hora de planejar este presente e esse futuro. Aqui, a gente vai te ajudar a entender onde é possível procurar ajuda financeira neste momento, o que o Governo está fazendo para ajudar os pequenos empresários e quais são as possibilidades que a Lei traz para situações como essa.

Coronavírus: medidas que podem ser tomadas pelos empresários

A gente também já publicou aqui no site, um tempo atrás, sobre a Medida Provisória 297/2020, lançada pelo Governo Federal para alterar algumas normas trabalhistas durante o período de pandemia.

Entre as medidas, a MP trouxe novas alternativas para:

  • O trabalho remoto ou Home Office;
  • Antecipação das férias individuais;
  • Concessão de férias coletivas;
  • Antecipação de feriados;
  • Alterações nos bancos de hora;
  • Exigências de segurança e saúde;
  • Recolhimento de FGTS.

Se você quiser saber tudo sobre cada um desses itens e sobre todas as novas possibilidades e facilidades trazidas pela MP 927 trouxe para o empresário, basta ler o nosso artigo de notícias em nosso site.

Além destas alternativas constantes no texto citado, o Governo abriu as seguintes alternativas:

Prorrogar os parcelamentos tributários do Simples Nacional

Os empresários que são optantes pelo Simples Nacional receberam mais prazo para fazer o pagamento dos tributos referentes ao regime. A medida, que vale também para empresários MEI, altera as datas de pagamento da seguinte forma:

  • parcelas com vencimento em maio de 2020 poderão ser pagas até o fim de agosto;
  • parcelas com vencimento em junho de 2020 poderão ser quitadas até o fim de outubro;
  • para as parcelas com vencimento em julho de 2020 poderão ser pagas em dezembro.

Mais prazo para optar pelo Simples Nacional

Microempresas e empresas de pequeno porte que se inscreveram no CNPJ no ano de 2020 agora possuem 180 dias para formalizar a sua opção pelo Simples. Antes, os empresários tinham somente 60 dias para fazer a opção pelo regime.

Mais prazo para o pagamento de dívidas

Os pequenos empresários também receberam mais prazos para pagar suas dívidas junto aos maiores bancos do país. São 60 dias de prazo nos vencimentos das dívidas originadas por empréstimos. Apesar do prazo, as taxas vão se manter as mesmas da data da contratação dos empréstimos.

Acesso a crédito do BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social criou linhas de crédito que vão destinar R$ 5 bilhões para micro, pequenas e médias empresas. Para ter acesso ao crédito, as empresas não vão precisar especificar a destinação do dinheiro e vão ter carência de até 24 meses para começar a pagar e vão ter o prazo de até 60 meses para pagar o total da dívida.

Até o momento, estas são as principais iniciativas dos poderes para ajudar os pequenos empresários, entretanto, a equipe econômica do governo alega que vai trazer novas alternativas para garantir a sobrevivência deste grupo.

Você conhece mais algum caminho que possa ajudar os microempresários? Esta adotando alguma estratégia que está funcionando para o seu negócio? Não deixe de compartilhar com a gente nos comentários abaixo.

Assim, conseguimos, juntos, superar esta crise.

Read more

MP que permite suspensão de contrato e redução de jornada de trabalho é prorrogada

Ato do Congresso Nacional nº 44 de 27.05.2020 (Publicado no DOU em 28.05.2020).

Medidas trabalhistas (prorrogação) – Prorrogada por mais 60 dias a Medida Provisória nº 936/2020 que institui o *”Programa emergencial de manutenção do emprego e da renda”* e dispõe sobre outras medidas trabalhistas em decorrência do estado de calamidade pública causada pelo coronavírus (covid-19) de acordo com o Ato do Congresso Nacional nº 44 de 27.05.2020 (Publicado no DOU em 28.05.2020).

E o que isso quer dizer?

Que você pode continuar reduzir ou suspender contratos pelos próximos 60 dias…

E quero deixar bem esclarecido com vocês uma coisa…

O que foi prorrogado é somente a *validade da MP* e logo a *quantidade de dias de redução e suspensão são os mesmos*…

*Suspensão*: 60 dias (utilizados ou por 60 dias diretos ou 30 + 30)

*Redução*: 90 dias (utilizados quando necessário, ex: 90 diretos ou 10 + 15+ 60+5)

Read more

SEO local: Saiba como atrair mais clientes para o seu negócio

Você possui um negócio físico que depende de as pessoas visitarem seu estabelecimento para efetuar uma compra de um produto ou serviço?

Pois saiba que existem técnicas específicas de SEO para o seu negócio.

Essas técnicas são direcionadas à negócios locais, tais como restaurantes, padarias, lanchonetes, salões de beleza e demais negócios locais.

Continue no conteúdo e saiba como aplicar o SEO local e atrair mais clientes para o seu negócio.

A importância do SEO local

Estar presente na web é mais do que crucial para que as pessoas encontrem o seu negócio através de buscas na internet, mas de nada adianta ser encontrado por pessoas que moram em outros estados, pois a distância geográfica as impede de comprar de você.

Grande parte das buscas na web são feitas com a intenção de comprar um produto ou contratar um serviço. Quem busca por algum negócio local geralmente já possui um grande interesse de compra.

Exemplo disso é quando você busca por um restaurante, consultório odontológico, chaveiro ou qualquer estabelecimento que venda um produto ou serviço imediato. A sua intenção é encontrar esses estabelecimentos perto de você.

Dispositivos Móveis vs Desktop

Já não é novidade que os dispositivos móveis já ultrapassam o volume de acessos quando comparado aos desktops. As pessoas utilizam smartphones e tablets com muito mais frequência.

Uma das grandes vantagens que os smartphones apresentam é o GPS integrado ao dispositivo. Isso muda a intenção de busca do usuário e aumenta a precisão de resultados de busca, obtendo dados locais através da sua localização.

Portanto, ao buscar por um produto ou serviço imediato, como clareamento dental, almoço ou reparo de carros e outros, os primeiros resultados a serem exibidos pelos mecanismos de busca serão de empresas que estão próximos da pessoa que realizou a busca, mesmo sem especificar a cidade ou bairro na busca.

Além disso, quem busca por algum produto ou serviço imediato ou algum estabelecimento local, geralmente já possui o interesse de compra. Ninguém procura por aparelho ortodôntico transparente, ou reparo de veículos, por exemplo, se não tiver interesse em uma compra.

Mas para a sua empresa ter resultados, ela precisa ser encontrada pelos usuários ao realizarem as buscas pelos produtos ou serviços que a sua empresa oferece.

Para isso, listamos abaixo algumas dicas de SEO local para que a sua empresa possa aplicar e atrair mais clientes:

Google Meu Negócio

O Google meu negócio é uma ferramenta gratuita do Google que possibilita empresas e organizações terem uma presença online.

Além de ser encontrada através de pesquisas no Google, as empresas que possuem um cadastro no Google Meu Negócio também podem ser encontradas no Google Maps.

Outra vantagem valiosa é a grande interatividade dos usuários com a sua empresa.

Na própria página da sua empresa no Google Meu Negócio, os clientes conseguem deixar comentários e avaliações públicas, o que aumenta a percepção dos possíveis clientes que buscam pela sua empresa, seus produtos ou serviços.

Para que a sua página no Google Meu Negócio seja atraente, é necessário incluir algumas informações e otimizações para chamar a atenção.

São elas:

  • Nome da empresa
  • Site
  • Endereço
  • Telefone
  • Cardápio, catálogo ou tabela de serviços
  • Fotos do estabelecimento e dos produtos
  • Horário de funcionamento
  • Avaliações e comentários de clientes

Palavras-chave de fundo de funil

Outra ação fundamental a ser aplicada é o uso de palavras-chave de cauda longa, mais especificamente, palavras-chave de fundo de funil.

As palavras-chave de fundo de funil são os termos utilizados com a intenção de compra, geralmente utilizadas com o nome do seu produto ou serviço.

Elas são fundamentais para posicionar suas páginas e assim, sua empresa ser encontrada através de uma busca por um produto ou serviço específico.

Além de utilizar os nomes dos seus produtos e serviços, é viável também inserir a região ou cidade de atuação da sua empresa, pois é comum um usuário buscar por um serviço + cidade de localização, ou o nome do produto ou serviço + preço, ou produto ou serviço + valor.

Como por exemplo: pizzaria em São Paulo, clareamento a laser valor, abdominoplastia preço.

Backlinks

O Google considera muito positiva a ação de páginas serem referenciadas por outros sites através de links.

Links em outros portais apontando para o site da sua empresa aumenta muito a relevância do seu domínio perante o Google, pois isso mostra que o seu conteúdo tem valor para os usuários, de tal maneira que está sendo referenciado em outros portais.

Ter um link de suas páginas em sites de segmentos semelhantes ou complementares é uma ótima ação.

Então se o seu negócio é uma pizzaria, restaurante ou lanchonete, seria viável ter um link de uma página da sua empresa em um guia da cidade ou portal de turismo, por exemplo.

Aumentando a visibilidade da sua empresa

Agora que você já sabe o que é e como aplicar o SEO local, é hora de colocar as ações em prática. Liste qual dessas ações a sua empresa já pratica e busque melhorias no processo.

Se a sua empresa ainda não aplica nenhuma dessas estratégias, não perca mais tempo, comece hoje a trabalhar o SEO local da sua empresa e atraia mais clientes para o seu negócio.

Read more

MEIs: 59% dos microempreendedores não pagaram o DAS

Mais de 59% dos MEIs não pagaram o Documento de Arrecadação Mensal do Simples Nacional em março.

A pandemia do coronavírus levou os microempreendedores individuais (MEIs) a registrar em março de 2020 a maior taxa de falta de pagamento de impostos ao governo. Dos quase 10 milhões de empresários registrados nessa categoria naquele mês, 59,3% não pagaram o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) , conforme dados da Receita Federal.

A taxa registrou uma alta de 9,25 pontos percentuais em relação a fevereiro e é a maior desde o início da série histórica, que começou em janeiro de 2018. O pior resultado até então havia sido registrado em janeiro de 2018, quando 58,8% dos microempreendedores não pagaram a contribuição ao governo.

DAS

Em março de 2019, a taxa de calote chegou a 47%. O microempreendedor individual fatura anualmente até R$ 81 mil e paga contribuições mensais que variam de R$ 53,25 a R$ 58,25, de acordo com o setor de atividade.

Os impostos pagos em março pelos MEIs se referem a fevereiro. Com a pandemia, o governo adiou o pagamento das contribuições dos microempreendedores que venciam em abril, maio e junho para outubro, novembro e dezembro, respectivamente.

Crise econômica

O economista Paulo Ribeiro, professor da FGV (Fundação Getulio Vargas) de São Paulo, afirmou que os dados mostram que a crise econômica decorrente da pandemia do coronavírus afetou os microempreendedores a partir de março.

Com queda no faturamento, muitos deixaram de pagar os impostos. Dados da Receita Federal mostram que, em média, os microempreededores individuais faturaram R$ 23.850 em 2018.

Com isso, a renda média mensal foi de R$ 1.987,50. Os dados de 2019 serão declarados ao governo até o fim do junho. “Há uma evidência de que o impacto da crise para o microempreendedor começou em março. Quando comparado com o mesmo mês em 2018 e 2019, fica claro que ocorreu uma alta relevante na inadimplência”, declarou.

Crédito para MEIs

Ribeiro ainda disse que as medidas tomadas pelo governo para levar crédito para as empresas são positivas, mas muitas delas ainda não saíram do papel.

O programa que oferece empréstimos para pequenas empresas pagarem os salários de trabalhadores por até dois meses não vale para 16,2 milhões de microempreendedores individuais e microempresas, que ficaram de fora da faixa do programa.

Além disso, O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) quer criar uma linha de R$ 5 bilhões para microempreendedores, microempresas e pequenas empresas. Entretanto, os empréstimos só devem começar em julho.

Read more

FALTA DE COMPROVAÇÃO DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA E BANCÁRIA

Mas o que é preciso saber sobre isso?

Primeiramente, é necessário saber que a escrituração contábil regular é uma exigência não só prevista no Código Civil, artigo 1.179, como está prevista também na Lei das Sociedades Anônimas e nas Normas Brasileiras de Contabilidade, e é atividade exclusiva de um profissional de contabilidade, conforme prevê o Decreto-Lei 9.295/46.

Se as normas que obrigam a manutenção da escrituração contábil regular não são suficientes para demonstrar a importância de mantê-la, vale lembrar que bancos, fornecedores, órgãos públicos em processo de licitação, e investidores se baseiam nas demonstrações contábeis, que só podem ser obtidas por meio de uma escrita regular e com base em TODOS os documentos contábeis, incluindo as movimentações bancárias. Não tem como fazer “meia” contabilidade. Ou ela se baseia em todos os documentos, ou ela está imprestável por não ser fidedigna.

Se mesmo diante de todo esse cenário, ainda não foi possível entender as consequências de não se manter a contabilidade regular, em especial da movimentação financeira e bancária, saiba que a Receita Federal do Brasil poderá desconsiderar a apuração pelo Lucro Presumido ou Lucro Real, e aplicar o arbitramento na hipótese de constatar que a contabilidade a que está obrigado não é suficiente para identificar a efetiva movimentação financeira, inclusive bancária. Isto está previsto no artigo 603, inciso III, alínea “a” do Decreto nº 9.580/18, como pode ser observado abaixo:

Art. 603. O imposto sobre a renda, devido trimestralmente, no decorrer do ano-calendário, será determinado com base nos critérios do lucro arbitrado, quando (Lei nº8.981, de 1995, art. 47; e Lei nº 9.430, de 1996, art. 1º):

III – a escrituração a que o contribuinte estiver obrigado revelar evidentes indícios de fraudes ou contiver vícios, erros ou deficiências que a tornem imprestável para:

a) identificar a efetiva movimentação financeira, inclusive bancária; ou

No caso de empresa enquadrada no Simples Nacional, a ausência de escrituração da movimentação financeira, inclusive bancária, é hipótese de desenquadramento deste regime de tributação, e pode ser requerido pela própria Receita Federal, como se pode observar no artigo 29, inciso VIII, da LC nº 123/06:

Art. 29. A exclusão de ofício das empresas optantes pelo Simples Nacional dar-se-á quando:

VIII – houver falta de escrituração do livro-caixa ou não permitir a identificação da movimentação financeira, inclusive bancária;

Na hipótese de desenquadramento de ofício pela ausência de escrituração da movimentação financeira, inclusive bancária, a exclusão produzirá efeitos a partir do próprio mês em que incorridas, ou seja, pode ser retroativa. Além disso o desenquadramento por este motivo impede a opção pelo regime diferenciado e favorecido desta Lei Complementar pelos próximos 3 (três) anos-calendário seguintes. Este prazo poderá ser elevado para 10 (dez) anos caso seja constatada a utilização de artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento que induza ou mantenha a fiscalização em erro, com o fim de suprimir ou reduzir o pagamento de tributo apurável segundo o regime especial.

Este desenquadramento de ofício, quando ocorre, é objeto de publicação no Diário Oficial da União, como se pode observar em alguns atos selecionados (vide abaixo) para exemplificar e comprovar que de fato há desenquadramento quando constatada a ausência de escrituração da movimentação financeira:

Ato Declaratório Executivo n° 26, de 9 de abril de 2019

Ato Declaratório Executivo DRF/REC nº 98, de 13 de setembro de 2018

Ato Declaratório Executivo DRF/REC nº 102, de 19 de outubro de 2017

Ato Declaratório Executivo DRF/REC nº 118, de 24 de novembro de 2016

Ato Declaratório Executivo DRF/REC nº 103, de 10 de outubro de 2016

Ato Declaratório Executivo DRF/REC nº 99, de 25 de abril de 2014

Por fim, cabe destacar que a Receita Federal poderá verificar facilmente a inconsistência entre o saldo das contas bancárias apresentados no Balanço Patrimonial com o real saldo bancário mantido nas instituições financeiras, uma vez que ela recebe semestralmente as informações de saldo inicial, total de débitos, total de créditos e saldos finais, das contas bancárias, através de uma declaração chamada e-Financeira que é entregue pelos Bancos (IN RFB nº 1.571/15). Com isso, ela pode cruzar a e-Financeira entregue pelos Bancos com a DEFIS ou ECF entregue pelos contribuintes PJs.

Desta forma, verifica-se que a manutenção da contabilidade regular não só é necessária e imprescindível para o processo de gestão da empresa, como é importante para os demais usuários desta informação, a exemplo dos bancos, investidores, fornecedores, órgãos licitantes, entre outros. Além de imprescindível ela é obrigatória segundo o Código Civil, a Leis da SAs e as Normas Brasileiras de Contabilidade, e pode acarretar em consequências bem desagradáveis no âmbito tributário federal se não praticada com rigor exigido, em especial no que diz respeito a identificação da movimentação financeira e bancária.

Além das consequências tributárias, poderá ocorrer responsabilização civil e criminal.

Read more

FGTS: Saque emergencial será liberado dia 15; Veja quem tem direito

O Saque emergencial do FGTS que tem como objetivo amenizar a crise econômica provocada pela pandemia, será liberado no dia 15 de junho; Veja detalhes.

Para amenizar os problemas decorrentes do estado de calamidade que o Brasil se encontra, o Governo Federal instituiu algumas medidas para a manutenção da renda. O saque emergencial do FGTS é uma delas.

O Governo permitiu através da MP 946/20 que os cidadãos com saldo no FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) possam sacar esse dinheiro. Trabalhadores poderão retirar até R$ 1.045 de cada conta, seja ela ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos anteriores).

Saque emergencial

O saque do FGTS de caráter emergencial tem previsão para iniciar a partir do dia 15 de junho até o dia 31 de dezembro de 2020.

A medida provisória permite que o cronograma de atendimento, critérios e forma de saque sejam estabelecidos pela Caixa Econômica Federal. A Caixa informou que divulgará o calendário de pagamento nos próximos dias.

Além disso, a MP diz que é permitido o crédito automático para trabalhadores que tem conta na Caixa. Já para quem não tem, poderá realizar a transferência para outra instituição financeira sem cobrança de tarifa.

Vale lembrar que o saque emergencial do FGTS não é obrigatório. Ou seja, caso o trabalhador não retirar, o dinheiro continuará no fundo de garantia. Caso ele tiver conta na Caixa e o dinheiro cair automaticamente, é possível pedir para que o dinheiro volte para o fundo de garantia. O prazo para fazer essa solicitação será até 30 de agosto de 2020.

Consultar saldo FGTS

Para consultar se terá direito de sacar o saldo do Fundo de Garantia, basta acessar o site da Caixa ou baixar o aplicativo do FGTS, que está disponível na Google Play e na AppStore.

Ao acessar o app ou o site da Caixa, será ainda solicitado que insira o número do NIS (o seu número de Identificação Social) ou CPF. Após o preenchimento, clique na opção cadastrar senha.

Caso você já esteja cadastrado, terá que responder perguntas relacionadas aos seus registros profissionais como forma de segurança e verificação. Depois, é só clicar no menu em consultar extrato.

Deixe abaixo os seus comentários ou dúvidas.

Read more

Qual o prazo para o pagamento de salário?

É importante saber que a empresa tem um prazo legal para o pagamento de salário, por exemplo, a CLT em seu Art. 459, § 1º, determina que o pagamento do salário dos mensalistas deve ser realizado, o mais tardar, até o 5º dia útil do mês subsequente ao vencido, a mesma regra vale para os empregados que recebem por quinzena ou semana.

De acordo com o Art. 465. da CLT, o pagamento dos salários será efetuado em dia útil e no local do trabalho, dentro do horário do serviço ou imediatamente após o encerramento deste, salvo quando efetuado por depósito em conta bancária, observado o disposto no artigo anterior.

É obrigação da empresa entregar ao empregado um recibo que deverá ser assinado pelo mesmo, comprovando assim que o pagamento foi realizado. Se o empregado for analfabeto, a empresa poderá colher a sua impressão digital.

Atualmente, o mais comum, é a empresa realizar o pagamento dos salários por meio de depósito em conta bancária, obedecendo ao prazo legal mencionado acima, sendo assim, o comprovante de depósito bancário tem força de recibo, conforme Art. 464, parágrafo único da CLT, assim a empresa poderá utilizá-lo como comprovante de pagamento.

Deixe seus comentários ou envie alguma dúvida.

Read more

Nota de Repúdio ao Médico Ítalo Marsili

CRCRJ repudia declarações pejorativas sobre profissionais da contabilidade emitidas por Ítalo Marsili

O Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ) vem a público manifestar repúdio sobre as declarações dadas pelo médico e influenciador digital Ítalo Marsili, que insultou os mais de meio milhão de profissionais da contabilidade brasileiros, durante live transmitida em fevereiro, que viralizou na última terça-feira (19).
O CRCRJ entende que influenciadores digitais se utilizam das redes sociais para propagação de informações e formação de opinião, através da divulgação de conteúdos para sua audiência online. Sejam quais forem os canais utilizados para tal propagação, a premissa básica deve ser a responsabilidade, o compromisso com a verdade dos fatos e o respeito.
Enquanto entidade de registro e fiscalização de mais de 53 mil profissionais da contabilidade no Rio de Janeiro, o CRCRJ lamenta que o senhor Ítalo Marsili tenha feito uso da voz que a internet lhe oferece para ofender e tentar descredibilizar profissionais que, sobretudo no contexto de uma pandemia, têm se dedicado à cumprir com seu juramento profissional, e atuado, de maneira incansável, em uma frente essencial: a sobrevivência de negócios e a manutenção dos empregos.
Cabe ressaltar que tal manifestação expõe um grande desconhecimento acerca da importância vital da categoria contábil, não só para a economia e os negócios, mas para as contas públicas, para o controle social, o enfrentamento à corrupção e a construção de um país mais justo, ético e transparente.
O Conselho se solidariza, ainda, com todos os professores e pedagogos, agentes essenciais na formação de pessoas e profissionais cada vez melhores, e que têm se dedicado a buscar alternativas para a realização de sua nobre função, e que também foram ofendidos no mesmo contexto.
Importante ressaltar que liberdade de expressão não pode servir como justificativa para isenção de responsabilidade ao disseminar uma informação inverídica e que ofende toda uma categoria profissional.
Informamos, ainda, que, em contato com o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj), obtivemos a seguinte nota de apoio: “O CREMERJ repudia o desrespeito a qualquer tipo de profissão. O Conselho entende que cada profissional tem um papel fundamental para o equilíbrio e bom funcionamento da nossa sociedade”.
Read more

O Lápis e as nossas qualidades

O menino olhava a avó escrevendo uma carta e perguntou:

– A senhora está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E, por acaso, é uma história sobre mim?

A avó parou a carta, sorriu e comentou:

– Estou escrevendo sobre você, é verdade meu neto. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele!

O neto olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

– Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!

– Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

“Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão se chama Deus e Ele deve sempre o conduzir em direção à sua vontade”.

“Segunda qualidade: de vez em quando preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.”

“Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mal, mas algo importante para nos manter no caminho da verdade e da justiça”.

“Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.” “Finalmente, ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, lembranças, recordações e procure ser consciente de cada ação”.

Deixe seus comentários abaixo.

Read more

ATENDIMENTO: INSS: Agências seguem fechadas até 19 de junho

INSS teria que voltar com o atendimento presencial até a última sexta-feira, mas prorrogou o prazo para 19 de junho.

INSS prorrogou a abertura das agências da Previdência Social até dia 19 de junho. A medida, publicada no Diário Oficial da União de hoje, tem o objetivo de proteger a coletividade em meio à pandemia do novo coronavírus.

Anteriormente, o INSS havia prorrogado o prazo de atendimento até hoje, de acordo com o decreto de estado emergencial de saúde.

Perícia médica

Durante esse período, os casos que dependem de perícia médica serão analisados sem a perícia presencial, bastando que o segurado anexe o atestado médico pelo portal ou aplicativo Meu INSS. O Instituto vai antecipar parte do valor do benefício devido ao segurado de forma remota.

Com isso, o Instituto vai antecipar parte do valor do benefício devido ao segurado de forma remota.

Meu INSS

Se você tem alguma dúvida de como acessar o Meu INSS (site e aplicativo), agora tem todas as informações disponíveis sobre o serviço em um único lugar. Para saber como gerar sua senha, além de aprender a solicitar serviços e benefícios, basta acessar https://www .inss. gov.br/servicos-do-inss/meu-inss/ para conhecer conteúdos didáticos e explicativos que ajudarão a ter acesso ao INSS sem sair de casa.

O Meu INSS foi criado para proporcionar mais facilidade, conforto e segurança ao cidadão que busca por serviços e benefícios previdenciários ou assistenciais. Pode ser acessado pela internet do seu computador ou pelo seu próprio telefone celular (Android e IOS).

Para acessar o Meu INSS basta digitar o endereço gov.br/meuinss no seu computador ou instalar o aplicativo Meu INSS no seu celular gratuitamente. Estão disponíveis mais de 90 serviços oferecidos pelo INSS.

Read more
× Como posso te ajudar?